Em um relacionamento sério com Batata Palha
Concordemos que batata é um alimento que une todas as tribos. Ela é amada entre veganos e carnívoros, vovôs e crianças, ricos e pobres, gordos e magros, homens e mulheres. Pode ser frita, cozida, assada, refogada, recheada, rústica, rosti, em cubos, tiras, rodelas, purê, gratinada, suflê, ao murro, PALHA!!! Sério, quem não ama batata palha, bom sujeito não é.
Concordemos que batata é um alimento que une todas as tribos. Ela é amada entre veganos e carnívoros, vovôs e crianças, ricos e pobres, gordos e magros, homens e mulheres. Pode ser frita, cozida, assada, refogada, recheada, rústica, rosti, em cubos, tiras, rodelas, purê, gratinada, suflê, ao murro, PALHA!!! Sério, quem não ama batata palha, bom sujeito não é. A batata frita cortada em hastes finíssimas virou queridinha dos brasileiros (ponto pra gente! Somos o único povo no mundo que consome essa maravilha) e tem presença garantida nas prateleiras de qualquer supermercado. Ela se popularizou na década de 1990, quando passou a ser produzida em escala industrial. Hoje, é ingrediente indispensável na hora de servir estrogonofe, fricassê, cachorro quente, salpicão - e em tantos outros pratos, né? Ainda estamos em busca de uma receita que não combine com essa delícia. O processo de produção da batata palha é assim: as batatas são lavadas, descascadas e fatiadas, tudo de forma automatizada. Em seguida, são fritas e salgadas, para depois serem embaladas e chegaram nas nossas mesas crocantes, lindas e prontas para nos fazerem felizes. Como já virou paixão nacional, essa preciosidade está disponível em uma variedade infinita de sabores, tamanhos, preços. A Pratic oferece essas belezinhas nas opções extra fina, premium, especial para lanche, todas sem glúten. Na hora de comprar vem a dúvida de de qual escolher mas, por sorte, você pode provar todas - o que não pode é deixar faltar em casa.

Enviar Comentário




*Campos Obrigatórios